Arquivo da categoria: Sem categoria

abandono

estou mas nao necessariamente sou. eu sai do trem assim como voce mandou, mas o vazio continua. olhei por atraves das pilastras e vi o ceu cinza. o vento que trazia e cobria o azul. com frio nos pes, caminhei … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

história sobre haroldo/capitulo tres

calibre 27 sete oito quatro outono primavera verao e aos poucos me desfiz. olhei pro ceu vi o azul mas nao vi que cor preenchia meus olhos. eu nao estava olhando. descobri que jamais fui. peço desculpas, antes de tudo. … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

história sobre haroldo/capitulo dois

chuvisco primavera era um dia meio acinzentado. era tudo triste. neblina. somos tristes paisagens. chovia, era primavera. eu sentei na varanda, pus meu queixo sobre o muro e observei. via as nuvens se movendo, via as gotas de chuva caindo nas folhas … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

história sobre haroldo/capitulo um

primeiramente quando olhei para o horizonte, pensei: “mas que diabos afinal estou fazendo aqui? minha solidão me sabota e eu caio porque quero. a minha tristeza também é meu alimento. me alimento de momentos em que permaneço em silêncio, sofrendo. … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

nothing feels good

se o universo me permitisse, daria minha vida de aniversario pra voce nao ter que sentir o peso da sua.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

tudo tem sempre gosto de fim

coleciono musicas pra morrer ouvindo coleciono musicas pra ouvir morrendo tudo tem sempre um gosto de fim raspando a superfície, buscando luz -já não tenho mais unhas minha historia pessoal: gostaria de ter lido a sinopse a tristeza é um … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

everything has an end, even sadness

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário