embaré

IMG_20130511_230025silêncio que se faz com o vento que trespassa as vozes,
nada disto é meu.
nada disto é meu.

sou apenas uma imagem que se desfigurará com o tempo,
assim como a areia que voa com o vento.
minha imagem sumirá com a água,
meus passos não ficarão marcados no asfalto.
eu sou apenas mais um; a linha tênue entre a faca e definitivamente a facada.

uma quimera que afunda em areia movediça
e sente-se completamente satisfeita
se ornamenta com a perda
e solidão.

sou um pendão,
que pendurado perto do coração
para uma bala sem deixar nenhuma cicatriz
-ao coração que solenemente guardo para lhe entregar.

minha intenção não é viver,
minha intenção é sobreviver.

não guardo meu coração para que possa bombear meu sangue,
não cuido de minha saúde a fim de que possa viver mais tempo.

não.

nada disso existiria,
sem você.

IMG_20130616_202953

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Comenta aí, mano!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s