Arquivo do mês: novembro 2013

antes nos escondíamos nos móveis nas gramas altas, nos buchichos do esconde-esconde hoje nos escondemos de nós dos espelhos do nós da possibilidade de mudar eventualmente as noites que voce lembra e guarda com carinho vão se perder. eventualmente as … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

embaré

silêncio que se faz com o vento que trespassa as vozes, nada disto é meu. nada disto é meu. sou apenas uma imagem que se desfigurará com o tempo, assim como a areia que voa com o vento. minha imagem … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

não

quantas noites já passei em claro? os nomes que mancharam meus olhos as vezes que esqueci de ser esquecido e quantas vezes mais vou me subtrair até morrer a sós com uma cadeira vazia ao lado? dias nublados, chuviscos que … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

me vejo exatamente como me via há quinze anos atrás, sou um navegante, uma pessoa perdida, uma bússola quebrada, posso também ser um ruído meio às buzinas de são paulo, mais um “bip” do bilhete único e uma catraca que … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

adeus

a mão que afaga é aquela que desliza os dedos pelo vento dizendo adeus; a mão que tocou o rosto, que apertou as costas num abraço de força descomunal como quem queria estourar em amor sabendo que estava fadado à … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

o céu de fuligem

pouco a pouco a cidade se adentra com minúncia tal qual uma pluma que pousa no peito daquele que ama. lúcia, cadê você afinal? – os prédios anoiteciam no laranja do pôr-do-sol em pleno minhocão. meninos olhavam para o extremo, … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

por através da serpentina que cortava as salas, podia ver cada detalhe que se desenhava no chão esmaecido pelo sol da tarde; a panela de pressão que ecoava longe, e junto com ela, as memórias que permeavam o ar daquela … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 2 Comentários