sobre

Cansado
de carregar a âncora que joguei
para tentar me segurar naquele instante.

Todos os dias atracando
num mesmo caminho a seguir
ilhas, oceanos, baías
estações, ruas, empregos.

Um barco que insiste em navegar
porque a única coisa ao seu redor
é água.

Um dia sabotarei a mim mesmo;
afundarei
e então irei descobrir onde minha âncora ficou.

Mas tenho quase certeza de que foi quando eu ainda não existia.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Comenta aí, mano!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s