Arquivo do mês: novembro 2011

O forro

Não havia resquícios daquilo que eu tinha acordado, provavelmente um pesadelo… acordei temendo o forro. O rádio relógio marcava 04h32min da manhã; eu, sozinho, temia o forro.  Olhei para o teto, uma luz alaranjada parecia aleitar um ser que me … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 5 Comentários